Pular para o conteúdo principal

Postagens

Já ouviu falar sobre o Crescente Fértil?

  Olá pessoal, como estão? Espero que estejam todos bem. Hoje vamos falar um pouco sobre o Crescente Fértil. Você já ouviu falar? O Crescente Fértil foi uma região muito importante para história dos povos da antiguidade, e foi assim chamada porque ficava localizada entre os rios Tigres, Eufrates, Nilo e Jordão. A região é conhecida como sendo o local onde se desenvolveram as primeiras populações sedentárias da humanidade. Por ficarem localizadas próximas aos rios a agricultura tinha papel fundamental para região. Logo se estabeleceu as primeiras divisões de trabalho, os homens ficavam responsáveis  pela colheita  e as mulheres tinham o papel de semear, guardar e preservar os alimentos. A região do crescente fértil como era conhecida na antiguidade, nos dias de hoje está localizada onde ficam as regiões da Jordânia, Palestina, Kuwait, Líbano, Turquia, Israel , Chipre, algumas partes do Egito, Síria e Irã. Espero que tenham gostado, até a próxima! Nossas redes sociais: Instagram : @brasa
Postagens recentes

As lanternas no Ramadã

        Foto: reprodução Pixabay Antes de iniciarmos a nossa publicação gostaríamos de desejar um abençoado e generoso Ramadã a todos os nossos leitores e amigos muçulmanos! Ramadan Kareem. Oie, tudo bem?  Iniciou o mês sagrado para os muçulmanos, o Ramadã. Você já se perguntou porque os lugares ficam decorados com lanternas? Pois bem, hoje trouxemos uma rápida explicação. A lanterna originalmente se chama fanus e é uma decoração especial de Ramadã que surgiu no Egito, na época do Califado Fatímida.  Algumas fontes informam que a tradição surgiu de um pedido feito por um comandante da época para que a população recebesse o califa com lanternas acesas em sua primeira visita a cidade. A tradição acabou se espalhando para o resto do mundo islâmico e nos dias de hoje as lanternas podem ser encontradas em vários outros países além do Egito. Fontes: https://iqaraislam.com/simbolos-do-islamismo https://www.descobriregipto.com/lanterna-de-ramadan/#:~:text=A%20popula%C3%A7%C3%A3o%20trazia%20lan

Étienne Dinet

       Fotografia: Étienne Dinet Olá, tudo bem? Vamos falar hoje sobre o Pintor Orientalista Étienne Dinet. Sabe aquelas pinturas lindas, cheias de vida e história? Pois bem, o pintor que abordaremos hoje na postagem consegue nos encantar com as suas obras. Alphonse-Étienne Dinet foi um pintor orientalista francês que nasceu em 28 de março de 1861 e faleceu em 24 de dezembro de 1929. Alphone-Étienne Dinet fez a sua primeira viagem a região de Bou Saâda na Argélia em 1884 com uma equipe de entomologistas, retornou novamente a Argélia em 1885 com uma bolsa de estudos do governo, e neste mesmo ano realizou suas duas primeiras obras sobre a Argélia. Em 1903 ele comprou uma casa em Bou Saâda e em 1908 anunciou em uma carta privada a sua conversão ao islamismo, passando a se chamar Nasr'Eddine Dinet . Étienne Dinet relatava em seus quadros as paisagens, a vida, a religião e os costumes da região, ele ganhou o respeito da população local e em seu funeral na Argélia estavam presentes aprox

Cidade Romana na Jordânia

      Fotografia: Pixabay Oie, tudo bem? Sabia que existiu na antiguidade uma cidade romana na Jordania? Vamos conhecer um pouco sobre Jerash. Jerash é uma cidade com mais de três mil anos de história e que fica no norte da Jordânia, ela foi construída na época helenística por um dos generais de Alexandre Magno. Durante o seu auge Jerash pode ter tido aproximadamente uma população de 20.000, mas durante o século 3 a cidade começou a declinar, sendo invadida mais tarde por muçulmanos e persas, além de sofrer terremotos, o que acabou resultando no abandono da cidade por parte da sua população.  A antiga cidade de Jerash permaneceu escondida por séculos, até que em 1806 um viajante alemão reconheceu parte das suas ruínas. Jerash é parada quase obrigatória para os turistas que visitam a Jordânia, um local rico em história e beleza. Fontes: https://pt.wikipedia.org/wiki/G%C3%A9rasa https://www.touristisrael.com/jerash/16700/#:~:text=Jerash%20began%20to%20grow%20from,cities%20of%20the%20Deca

Especiarias

  Oi pessoal, Feliz ano Novo a todos! Iniciamos a nossa postagem de 2022 falando sobre as especiarias. A culinária do Oriente Médio é bem diversificada e os pratos variam conforme a região, as especiarias fazem parte da cultura e história desse povo. Na antiguidade as especiarias valiam muito dinheiro, e em alguns lugares era usada como moeda de troca, dotes ou até mesmo para transações maiores. Com o avanço do comércio das especiarias, foi necessário criar uma rota mais segura para os negócios entre o Oriente e o Ocidente. Após o fim das Cruzadas criou-se a Rota das Especiarias, que cruzava o Oriente Médio e chegava a Europa pelos comerciantes venezianos. Entre as especiarias mais conhecidas podemos citar: gengibre, cravo-da-índia, canela, pimenta, açafrão... Você usa algumas dessas especiarias com frequência nas suas receitas? Conta pra gente aqui nos comentários. Espero que tenham gostado, até a próxima! Fontes: https://revistagloborural.globo.com/Noticias/noticia/2014/02/conheca-ro

Feliz Natal

       Fotografia: Pixabay Feliz Natal a todos! Hoje é uma data importante e de muita celebração. Nascia em Belém o menino Jesus e com ele a esperança, o amor, a compaixão, o perdão e a salvação. Que o seu dia seja especial, Feliz Natal.

05 Fatos sobre o Egito

  Oi pessoal, tudo bem? Hoje vamos falar sobre o Egito, preparados? Vamos lá. 1 - País com uma importância histórica milenar O Egito tem uma das mais longas histórias se for comparado a outras nações, traçando a sua  herança histórica por muitos milênios e sendo considerado o berço da civilização. 2 - Língua árabe e Islamismo No Egito o árabe é a língua oficial e o Islã a religião oficial e predominante no país. 3 - Cidade mais populosa A cidade mais populosa e capital do Egito é o Cairo. 4 - Unesco Por sua riqueza histórica e cultural alguns lugares do Egito foram declarados Patrimônio Mundial pela Unesco, alguns ficam em Gizé, Luxor, Assuã, Cairo, Alexandria, Sinai... 5 - Economia Egípcia Para algumas pessoas o Egito parecer ser apenas um local desértico, mas, o que muitos não sabem é que a agricultura é um setor muito forte no país, ficando o Egito entre os maiores produtores de tomate, cebola, tangerina, figo, tâmaras, morango... O setor de turismo também é muito forte e não precis